Quem somos

O acesso à informação e a produção de conteúdos nos meios de comunicação são direitos humanos! Narrar nossas histórias, contar nossas vivências, acessar informações e ser escutado faz parte do exercício da cidadania. São essas premissas, ancoradas na Educomunicação, que dão vida à Agência Comunitária Vozes Daqui de Parelheiros.

Vozes Daqui de Parelheiros

O coletivo “Vozes Daqui: de Parelheiros para o mundo” nasce das experiências, da colaboração e da participação de coletivos em projetos sociais desenvolvidos em Parelheiros.

 

Inicialmente, o grupo criou o jornal “Vozes Daqui: de Parelheiros para o Mundo” no formato de Jornal Mural, com o principal propósito de falar de Parelheiros a partir dos olhares de sua comunidade, valorizando as potências desse território e de sua gente, seus saberes e fazeres. Contudo, devido a pandemia do coronavírus, o jornal teve que se tornar digital. Todo o jornal, desde sua concepção até sua publicação é construído de forma dialogada com a comunidade. 

 

O envolvimento e empoderamento da comunidade na elaboração do jornal digital, bem como a vontade de exercer o seu direito à comunicação, permitiu ao coletivo sonhar para além dele. Em meados de 2020, o coletivo aprovou no edital do Programa VAI – Programa de Valorização de Iniciativas Culturais da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo, a proposta de criação de uma agência de comunicação comunitária.

 

Desde então, a atuação do grupo tem focado em encontros de planejação e formação junto à comunidade como elementos fundamentais para a produção de conteúdo e desenvolvimento da agência. Para que toda essa mobilização aconteça, foi criado um conselho editorial com representantes dos projetos desenvolvidos em Parelheiros e membros do IBEAC e CPCD. Por meio de encontros virtuais, o processo é monitorado e avaliado, são discutidas mudanças necessárias e propostas de temas e pautas para as produções da Agência. Os representantes dos projetos também se reúnem com os times para o levantamento destas demandas e pautas, garantindo que o processo seja colaborativo.

 

Esta agência tem como objetivo principal promover o direito à comunicação e diversificar a produção de conteúdo sobre o território a partir de materiais audiovisuais, podcasts e publicações informativas, orientativas e inspiradoras do território, para o território e quem mais quiser ler, ver e contar Parelheiros a partir da sua abundância.